TRANSTORNO DE PERSONALIDADE BORDERLINE

O transtorno borderline é uma transtorno de personalidade, mental que afeta mais de 2% da população mundial. O Transtorno Borderline é uma doença que afeta mais mulheres do que homens. Aproximadamente 70% das pessoas com transtorno borderline são mulheres, e 30% são homens.

CAUSAS DO TRANSTORNO BORDERLINE

 É uma condição que tem causas genéticas e ambientais, sendo que ainda não se sabe ao certo qual o fator predominante.

O transtorno borderline é caracterizado por um conjunto de sintomas psiquiátricos, como:

-ansiedade;

-depressão;

-abuso de substâncias;

-estresse pós-traumático;

-distúrbios alimentares; e outros.

TRATAMENTO

O tratamento é feito através de psicoterapia individual e/ou grupos de apoio, já que estes pacientes mantêm a ser dependentes dos relacionamentos para seu bem estar psicológico e social. O tratamento adequado pode ajudar as pessoas a lidar com suas emoções e comportamentos explosivos, bem como auxiliar no desenvolvimento de habilidades sociais e interpessoais.

Os transtornos de personalidade, incluindo o transtorno de personalidade limítrofe, são diagnosticados com base em

Entrevista detalhada com seu médico ou profissional de saúde mental

Avaliação psicológica que pode incluir o preenchimento de questionários

Histórico médico e exame

Discussão de seus sinais e sintomas.

Um diagnóstico de transtorno de personalidade limítrofe geralmente é feito em adultos, não em crianças ou adolescentes. Isso porque o que parecem ser sinais e sintomas do transtorno bordeline pode desaparecer à medida que as crianças crescem e se tornam mais maduras.

PORQUE É IMPORTANTE TRATAR

Estudos indicam que as pessoas com transtorno de personalidade limítrofe têm dificuldade em identificar seus próprios sentimentos e necessidades. Isso pode explicar por que muitas vezes se sentem vazios ou ansiosos, porque não sabem como se expressar adequadamente.

As pessoas com transtorno de personalidade limítrofe geralmente têm problemas de relacionamento porque tendem a se sentir rejeitadas com facilidade e reagem violentamente quando isso acontece; portanto, muitas pessoas evitam se aproximar deles porque não querem problemas com eles. No entanto, aqueles que conseguiram superar essas dificuldades relataram melhores resultados em termos de qualidade de vida e felicidade do que aqueles que não procuraram tratamento para sua doença mental

VANTAGENS DA PSICOTERAPIA PARA O BORDERLINE

Além de ouvir e discutir assuntos importantes com você, o psicoterapeuta pode sugerir maneiras de resolver problemas e, se necessário, ajudá-lo a mudar suas atitudes e comportamentos. A terapia para BPD visa ajudar as pessoas a obter um melhor senso de controle sobre seus pensamentos e sentimentos.

A combinação de psicoterapia e medicação pode criar um ambiente seguro para explorar os sentimentos e pensamentos que se tornaram avassaladores, e uma relação terapêutica estável pode ao indivíduo desenvolver habilidades de enfrentamentos ao invés da autodestruição. Agora, psicoterapia só funciona se o paciente quiser fazer para que possa tornar a psicoterapia um compromisso.

Porque é isso que ela tem que ser: um compromisso de você com você mesma para obter transformações ou melhorias nos objetivos que a psicoterapia se propõe.

Para encerrar, quero compartilhar uma série de pessoas famosos bem sucedidos que são bordeline:

Entre os casos mais conhecidos está Amy Winehouse, Lady Di, Britney Spears, Angelina Jolie, Hugh Laurie (o famoso Dr. House), Jim Carrey (diagnosticado Bipolar com Transtorno Borderline), Woody Allen, Brandon Marshall, Kurt Cobain, Winona Rider e Christina Ricci (a garotinha da família Adams).

Cada pessoa possui uma história única, cada caso é único. Esse texto tem caráter informativo. Suas questões vivenciais, emocionais e espirituais são importantes e devem ser olhadas de forma individual. Caso perceba necessário, procure ajuda de um profissional, e tudo bem pedir ajuda!

Saiba mais sobre meus serviços